A importância da variedade de recursos para o aprendizado de idiomas

By | Recursos recomendados

Variedade é a chave! Seja para alunos iniciantes, alunos intermediários ou alunos avançados de qualquer idioma, é necessário variar os recursos utilizados.  Você pode variar de duas formas:

  • Variar o tipo de material usado;
  • Variar o nível de dificuldade.

 

VARIANDO O MATERIAL USADO

 

Um ditado popular bem conhecido diz: “Não se mexe em time que está ganhando”. Até certo ponto este argumento é válido. Se os materiais que você está usando estão te ajudando, se você sente que está aprendendo e está motivado. ÓTIMO! Agora, se você sente que poderia aprender mais ou que está perdendo o ritmo ou a motivação, está na hora de variar um pouco.

 

Variedade é importante para atacarmos a língua de diversas maneiras, assim tornando o nosso aprendizado mais eficiente. Hoje, há muitos recursos bons disponíveis tanto online quanto off-line. Mais pra frente vamos falar sobre alguns recursos e materiais que os cursinhos geralmente não te contam.

 

VARIANDO O NÍVEL DE DIFICULDADE

 

Essa dica vai pra você que está no nível básico, intermediário ou avançado: BRINQUE COM OS NÍVEIS DE DIFICULDADE. À medida que você for aprendendo uma nova língua, pegue textos ou áudios mais difíceis e tente entendê-los. Tudo bem se você não entender tudo. Guarde-os e mais pra frente, volte e tente novamente. Você vai perceber o quanto você aprendeu nesse espaço de tempo. Isso é ótimo pra nossa autoestima e motivação no aprendizado e aquisição do idioma.

 

Mesmo que você já esteja num nível avançado, volte ao básico de vez em quando. Nem sempre guardamos tudo na cabeça e é sempre bom relembrar algumas coisas que se perderam no meio do caminho. Estar num nível avançado não significa que você saiba tudo. Quando se trata de línguas, nós sempre estamos aprendendo ou esquecendo. Não existe inércia no aprendizado de idiomas.

 

TIPO DE MATERIAIS E RECURSOS

 

Aulas Presenciais

Se você é mais tradicional, esse recurso é a sua cara. Ser tradicional não é ruim. Geralmente, as aulas envolvem um horário semanal fixo, um professor, um livro didático e uma turma. Se você for mais tímido, pode optar pelo estilo de aula particular.

 

Aulas On-line

Se você não tem muito tempo, prefere um horário mais flexível sem tanto compromisso, ou prefere estudar em casa, aulas via internet são mais apropriadas. Há muitos sites com diversos planos e programas por aí. Também há um aplicativo chamado iTalki. Com ele, você consegue encontrar um professor ou tutor de qualquer idioma, agendar aulas ou sessões, marcar conversas, participar de discussões, fazer perguntar e encontrar parceiros que estão aprendendo o mesmo idioma. Os professores e tutores trabalham por valor de hora/aula.

 

Cursos Online e Auto-Aprendizagem

Se você não quer um professor e sim aprender sozinho, há muitos sites e aplicativos excelentes especializados no aprendizado de idiomas. Alguns já estão no mercado há muito tempo como Rosetta Stone. Este software de idiomas tem ganhado diversos prêmios por seu desempenho. Outros websites e aplicativos bons são Rocket Languages, LingQ e Duolingo.

 

Aprender, dominar ou se virar num outro idioma é algo que as pessoas buscam há muito tempo. Há muito métodos diferentes também. Bons métodos para pessoas que gostam de aprender sozinhas são Assimil, Teach Yourself, Pimsleur e Michael Thomas Method. Cada um deles tem sido pensado, desenvolvido e testado para aperfeiçoar o aprendizado do aluno.

 

Podcasts

Podcasts são gravações e publicações de áudio. Elas são ótimas opções para treinar a audição. Há muitos podcasts voltados para o aprendizado de idiomas. Você pode escolher podcasts de acordo com o grau de dificuldade ou até mesmo de sotaque. Qual é sua preferência: americano, australiano, britânico?

 

Seriados/Filmes/Músicas

Eu sou uma grande fã de seriados e tenho aprendido muito com eles. Desde muito cedo, eles têm tido uma grande influência em minha vida.

 

Quando eu tinha 10 anos, eu assistia uma comédia chamada Reba. Nessa comédia, a filha de 16 anos da Reba ficou PREGNANT. Como eles falavam muito isso, ficou gravado na minha cabeça que PREGNANT significava grávida. Um dia, minha mãe estava falando com minha irmã mais velha em inglês pra eu não entender. Tudo que eu entendi foi: blá-blá-blá PREGNANT. Perguntei de cara:

– Quem?

As duas se olharam assustadas e responderam:

– Quem o quê?

– Quem tá grávida?, perguntei.

Elas só desconversaram e começaram a ter mais cuidado com o que falavam perto de mim 🙂

 

A moral da história é que eu não entendia tudo o que eles falavam no seriado, mas alguma coisa ficou gravada no meu inconsciente. É assim que funciona. Se você acompanhar o mesmo seriado por várias temporadas, você vai começar a aprender algumas palavras que são recorrentes e isso vai aumentar seu vocabulário. Quando você se der conta, você saberá palavras que nem sabia que sabia.

 

O mesmo vale para músicas e filmes. Pegue a letra de uma música que você gosta e veja sua tradução. Depois que você souber o que cada palavra significa, algumas palavras farão mais sentido na próxima música que você ouvir, e na próxima depois daquela. Depois de um tempo, você terá que pesquisar poucas palavras.

 

Lembre-se que o que funciona para um talvez não funcione para outro. Então, use um pouco de tudo e veja o que combine com você.

Veja também:

 

Gostou deste post? Então compartilhe!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Assine nossa lista VIP
SIM, VOCÊ PODE ATINGIR A FLUÊNCIA NO IDIOMA!

ASSINE JÁ!
Sua informação não vai ser compartilhada
close-link

Assine nossa lista VIP

Não perca nossas dicas exclusivas para atingir fluência!
ASSINE
close-link
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial